Ciclo de vida da Borboleta Monarca


O Ciclo de vida da Borboleta Monarca é dividido em quatro fases distintas:

1) ovo
2) lagarta
3) pupa / que se desenvolve dentro da crisálida
4) fase adulta

O Ciclo de vida da Monarca do ovo ao adulto é completado em cerca de 30 dias.

Ovo: 3 a 4 dias
As Monarcas normalmente põem um único ovo em uma planta.

Lagarta: 10 a 14 dias
Elas começam sua vida comendo a casca do ovo.

Pupa: 10 a 14 dias
Durante a fase de pupa a transformação de larva a adulto é completado.

Adulto:
A principal tarefa da fase adulta da Borboleta Monarca é se reproduzir, para acasalar e colocar os ovos, que se tornará a próxima geração.


Fonte: https://www.facebook.com/tudosobreborboletas/

A migração das Borboletas Monarcas


A migração das Borboletas Monarcas é um dos mais significativos eventos que acontece em nosso planeta, a migração da Borboleta Monarca começa no Canadá e parte do norte dos Estados Unidos.

O destino das Borboletas Monarcas está na região central do México, nas florestas de oyamel (Abies mexicana).


A migração da Borboleta Monarca, geralmente começa em torno de outubro, viajando cerca de 50 quilômetros por dia. O ciclo de migração da Monarca apresenta inúmeros obstáculos em que muitas perdem suas vidas. As Monarcas viajam mais de 4.000 Km para migrar e fugir do inverno.

Por que as Borboletas Monarcas migram ?

A primeira e mais simples explicação é que, como o que acontece com as aves migratórias, as Borboletas Monarca migram para climas mais quentes para escapar do tempo frio programado e da escassez de alimentos que resultam da queda de temperatura. No México as Borboletas Monarcas encontram árvores, água e temperaturas amenas.

A volta para casa.

Com o fim do inverno e o início da Primavera no Hemisfério Norte, as Borboletas Monarcas se tornam mais ativas e começa a temporada de acasalamento. Até o final de fevereiro, algumas Borboletas Monarcas começam a se mover para o norte. Isto inicia o início da migração da Primavera. A migração da Primavera começa com apenas cerca de metade da população original de Borboletas Monarcas. Quarenta a sessenta por cento das Monarcas morrem durante a sua estadia no México. Durante a migração de Primavera, as Borboletas Monarcas retornam às suas casas no Canadá e na maior parte do norte dos Estados Unidos. Ao longo do caminho, as Monarcas fêmeas põem seus ovos sobre ervas, arbustos e trepadeiras. Dando origem a novas Borboletas Monarcas que vão continuar o vôo de volta da Primavera.

Curiosidades sobre a migração.

As Monarcas que migram para o México fazem a hibernação nos Abetos Oyamel. Elas usam a mesmas árvores a cada ano quando migram, o que parece estranho, porque elas não são as mesmas Monarcas que estavam lá na migração anterior. Estas são a quarta geração de Borboletas Monarcas, assim como elas sabem que as árvores são as mais acertadas para hibernar?


Fonte: https://www.facebook.com/tudosobreborboletas/

Borboletas: Frugívoras e Nectarívoras


As borboletas podem ser divididas em dois grupos, segundo os hábitos alimentares dos adultos: frugívoras e nectarívoras.

Frugívoras

Quando adultas as borboletas do grupo das frugívoras se alimentam principalmente de frutas fermentadas, as frutas fermentadas atraem as borboletas através de seu 
forte odor exalado.

Exemplos de espécies frugívoras: Caligo beltrao, Caligo illioneus, Morpho helenor e Colobura dirce.
Nectarívoras

Nectarívoras

Quando adultas, as borboletas do grupo das nectarívoras se alimentam de néctar das flores. As flores atraem as borboletas através de suas cores, odores, pólen e néctar. 
Exemplos de espécies nectarívoras: Dryas iulia, Heliconius erato e Anteos menippe.

Porém as borboletas de ambos os grupos podem ainda se alimentar de sais minerais de poças de água, urina, esterco, pólen digerido e carcaças de animais em decomposição.

Como atrair borboletas?


Atrair borboletas para o seu jardim é uma tarefa muito prazerosa. Ver as belas borboletas flutuando em seu jardim é uma alegria muito grande! Aqui estão algumas dicas importantes para tornar o seu jardim um lugar sempre procurado pelas borboletas. Seu primeiro passo deve ser para descobrir quais borboletas existem aonde você mora.

Você pode fazer isso passando algum tempo ao ar livre na sua região para verificar quais espécies estão ao redor. Você deve conhecer os tipos de plantas néctar e plantas hospedeiras que atrairão as borboletas da região em que você mora. Em seu jardim devem ter dois tipos de plantas para as borboletas:

Planta Néctar - São plantas que fornecem néctar para os adultos comerem.

Planta Hospedeira - São plantas que servem de alimentos para a sua prole.


Plante o seu jardim em um local ensolarado, mas abrigado dos ventos fortes. As borboletas precisam de sol para aquecer-se, mas elas não querem um lugar aonde fiquem constantemente lutando contra o vento para ficar nas plantas. As borboletas também precisam de água, manter uma poça de lama úmida em um local ensolarado ou encher um balde com areia e água suficiente para fazer a areia úmida é uma boa dica.


 As borboletas às vezes comem mais que néctar de flores, elas também podem se alimentar de frutas maduras como, laranja, melancia e banana. Muito importante: Não utilizar pesticidas em seu jardim! Você deve tomar cuidado para nunca usar inseticidas químicos ou pesticidas em seu jardim,  você deve praticar a jardinagem orgânica,  que é segura para lagartas e outros insetos benéficos.

Cuide muito bem do seu jardim, as borboletas acredite ou não, tem ótimas lembranças. As borboletas depois de terem identificadas o seu quintal como um lugar aonde o seu néctar preferido e plantas hospedeiras podem ser encontrados, elas se tornarão visitantes frequentes em seu jardim. Muitas borboletas passam suas vidas inteiras em uma mesma área, você poderá assistir uma bela borboleta completar o seu ciclo de vida no seu próprio quintal.

30 curiosidades sobre borboletas e mariposas


Veja neste post 30 curiosidades sobre borboletas e mariposas!

1. As lagartas vivem para comer e acumular alimento, principalmente na forma de gorduras.

2. O ciclo de vida das borboletas e mariposas compõe-se de quatro estágios: ovo, lagarta, pupa e adulto.

3. As cores vivas e as formas de muitas espécies servem para atrair o sexo oposto.

4. Os machos e as fêmeas de algumas espécies de borboletas diferem muito na aparência, fenômeno conhecido como dimorfismo.

5. Crisálida significa ouro. As crisálidas recebem este nome por causa das manchas douradas.

6. As borboletas e mariposas que vivem em lugares frios dormem durante o inverno.

7. No outono, a borboleta monarca voa do Canadá para lugares menos frios nos Estados Unidos e no México.

8. Muitas mariposas e borboletas têm marcas nas asas parecidas com olhos, isso assusta os predadores.

9. Muitas espécies de borboletas são venenosas, o veneno da borboleta vem das folhas que ela come quando ainda era lagarta.

10. A mariposa fêmea atrai o macho exalando perfume.

11. As borboletas e mariposas enxergam a luz ultravioleta, invisível para nós.

12. Algumas mariposas não se alimentam, elas vivem da energia que armazenaram quando eram lagartas.

13. O acasalamento é a principal função da borboleta adulta.

14. A expectativa de vida das borboletas é em média de duas semanas, existem espécies que vivem menos e algumas espécies que conseguem viver alguns meses.

15. Os gregos chamavam a borboleta de psyché, que significa alma.

16. A borboleta adulta é chamada imago.

17. O corpo da borboleta se constitui de três partes: cabeça, tórax e abdome.

18. Existem na natureza cerca de 156.300 espécies diferentes de mariposas e 17.950 espécies diferentes de borboletas.

19. Uma borboletas fêmea pode botar entre 100 e 500 ovos, individualmente ou em grupos.

20. Na natureza, de cada 100 ovos que a borboleta fêmea botar, apenas 2% irá se transformar em uma borboleta adulta.

21. As borboletas e as mariposas têm asas e pernas recobertas por milhares de delicadas escamas.

22. A borboleta tem quatro asas.

23. Em geral, as borboletas apresentam colorido brilhante e voam durante o dia, enquanto as mariposas, de cores discretas, costumam voar à noite.

24. As borboletas sentem o gosto com os pés.

25. As antenas das borboletas e das mariposas são os órgãos sensores usados para cheirar.

26. Em inglês, borboleta é butterfly.

27. A borboleta monarca consegue voar até 130 km por dia.

28. Os órgãos reprodutores das borboletas localizam-se na extremidade do abdome.

29. O Homo Sapiens foi o maior predador das borboletas e mariposas.

30. Todas as borboletas e a maioria das mariposas, possuem probóscide, usada para sugar o néctar, água e outros líquidos.


Fonte: www.borboleta.org