Receita de adubo orgânico: Bokashi


O QUE É BOKASHI ?

Bokashi é um adubo orgânico, seu nome de origem japonesa significa: composto orgânico.
É um fertilizante natural que não é agressivo ao meio ambiente. O Bokashi é uma junção de diversos ingredientes orgânicos que após o processo de fermentação é utilizado na adubação orgânica e possui excelentes resultados.

O Bokashi fornece macro e micro nutrientes de forma natura e na dosagem certa imediatamente após a sua aplicação. É um produto totalmente inodoro que mantêm as plantas saudáveis e bem nutridas. O composto é utilizado principalmente no cultivo de orquídeas. 

O ingrediente mais difícil na produção do Bokashi é o fermento pois ele é um mistura de bactérias e fungos benéficos, que vão promover uma fermentação controlada da matéria orgânica. O uso dos microorganismos corretos é essencial no processo, já que precisamos de uma fermentação essencialmente láctica, que produz ácidos. 

BENEFÍCIOS DO BOKASHI

Estimula o equilíbrio do solo
Favorece os microrganismos benéficos
Suprime o desenvolvimento de doenças
Contem nutrientes na forma orgânica
Substancias estimulantes vegetais: enzimas, ácidos orgânicos
Matérias primas seguras, livre de contaminantes, sem resíduos poluentes, metais pesados, microrganismos patogênicos, etc.

MODO DE FAZER BOKASHI:


800 gramas de arroz branco cozido em água, sem sal, óleo nem tempero
Espalhe o arroz em uma bandeja e cubra com uma tela fina
Coloque a bandeja sob às árvores ou arbustos do jardim ou pomar, de forma que fique protegido do sol. Pode funcionar também colocando-se no forro da casa
Cubra a bandeja com as folhas mortas que cobrem o solo.
Após 10 a 15 dias observe o arroz, que deverá estar com diversos bolores.
Descarte os bolores escuros, pretos, marrons, cinzas. Colha os bolores brancos e de cores vivas
Coloque os bolores coloridos em um balde grande com 9 litros de água sem cloro e 1 litro de melaço ou açúcar mascavo. Misture bem.
Divida a mistura em 5 garrafas pet de 2 litros e tampe.
Aguarde de 10 a 15 dias, abrindo as tampas a cada dois dias para a saída dos gases. Quando a produção de gás cessar, é por que a mistura está pronta.

O EM pode ser armazenado por até um ano, em local, seco, fresco e ao abrigo da luz. Ele possui cor alaranjada e tem um cheiro doce e ácido. Se tiver  cheiro de podre, descarte. Além de entrar na composição do Bokashi, você pode utilizá-lo para sua compostagem convencional. Ele acelera muito o processo de decomposição. É possível ainda, fazer o Bokashi de terra, nitrogenado e o fosforado. Seguem as receitas:

RECEITA DE BOKASHI DE TERRA:

4 kg de terra do local do plantio (horta, jardim, pomar…)
1 kg de terra preta da mata (serve como fermento) ou 1 xícara de EM
1 kg de esterco
1 kg de farelo de arroz
1 kg de quirera (usar preferencialmente grãos impróprios para o consumo, grãos carunchados, etc)
400 gramas de farinha de ossos
200 gramas de torta de mamona
200 gramas de cinzas (sem sal – não utilizar cinza de churrasqueira)
1 xícara de fubá de milho, ou amido ou polvilho de mandioca
1/2 xícara de açúcar mascavo
Água para umedecer

RECEITA DE BOKASHI NITROGENADO:

10 kg de terra
4 kg de esterco de aves
2 kg de torta de mamona
2 kg de farelo de oleaginosas (soja, algodão) ou farinha de peixe
2 kg de farinha de ossos
600 g de farelo de arroz ou trigo
1 xícara de EM ou Kefir
1/2 xícara de amido de milho
1/2 xícara de açúcar mascavo

RECEITA DE BOKASHI FOSFORADO:

16 kg de terra
4,8 kg de farinha de ossos
1,6 kg de esterco de aves
600 g de farelo de arroz ou trigo
1 xícara de EM ou Kefir
1/2 xícara de amido de milho
1/2 xícara de açúcar mascavo

MODO DE FAZER:

Essas variações do Bokashi são opções aeróbias. Assim o modo de fazer é igual. Misture bem todos os ingredientes e vá acrescentando água para que formem-se torrões ao se apertar com as mãos. Amontoe em formato de pirâmide e revire no terceiro dia em diante até que o composto fique pronto. Leva de 7 a 15 dias de acordo com a temperatura ambiente.

RECOMENDAÇÕES DE USO DO BOKASHI:

VASOS, FLOREIRAS, ORQUÍDEAS E BONSAIS

FORMADOS: espalhar o Bokashi sobre a superfície misturando com o substrato cerca de 2cm. Regar após a aplicação.

FORMAÇÃO: misturar o Bokashi ao substrato, reforçar a aplicação depois de plantado aplicando sobre a superfície.

PEQUENOS: vasos até 20cm de altura – floreiras até 25cm de comprimento

– 2 colheres das de sopa bem cheias para os formados e 4 colheres na formação.

MÉDIOS: vasos até 35cm de altura – floreiras até 40cm de comprimento

– 4 colheres das de sopa bem cheias para os formados e 8 colheres na formação.

GRANDES: vasos acima de 55cm de altura – floreiras acima de 65 cm comprimento
– 8 colheres das de sopa bem cheias para os formados e 16 colheres na formação.

IMPORTANTE:

EM é a sigla para microorganismos eficazes. Pode-se dizer que o EM é constituído basicamente por quatro grupos de microorganismos, que são:

-Leveduras;
-Actinomicetos;
-Bactérias produtoras de ácido láctico;
-Bactérias fotossintetizantes.

Saiba mais sobre outros adubos orgânicos:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigada por ler o blog Trokinhas e se dispor a comentar em nossos posts. Seja muito bem vindo(a)! Fique à vontade para interagir. Se você gostou do post, compartilhe em suas redes sociais!

Espaço para comentários referentes ao assunto abordado nessa postagem. Os comentários são de responsabilidade do autor e não representam necessariamente a opinião do Blog Trokinhas.